Curva do Rio – onde tudo que não presta vai parar

Conheça aqui a escumulha que perambula pelas ruas de Bom Despacho

Haroldo Queiroz monta armadilha e cai nela

Bode do MalO ex-prefeito Haroldo Queiroz se vangloria de ter pago R$ 300 mil para garantir a condenação do prefeito Fernando Cabral, mas a maldade dele está se voltando contra ele mesmo.

Grande perdedor nas urnas, Haroldo decidiu se vingar no tapetão. Como ele mesmo disse ainda em 2016, em Bom Despacho ele ia perder a ação contra seu adversário vitorioso, Fernando Cabral, mas que no TRE ele garantia a parada porque lá ele tinha um padrinho forte. O nome do padrinho ninguém pronuncia, mas todo mundo sabe quem é.

Recentemente, antes da votação no TRE, ele garantiu que teria 4 votos. Estes votos teriam lhe custado R$ 300.000,00. Embora todo mundo saiba que Haroldo é um mentiroso compulsivo, todo mundo que é do ramo também sabe que o relator do processo, Desembargador Alexandre Victor de Carvalho é venal(*), e os favores que deve a um ex-governador vem de pai para filho.

Consequências eleitorais Anderson do GásO ex-prefeito Haroldo se meteu numa enrascada política. Se o TRE afastar o prefeito Fernando Cabral, sua adversária Joice Quirino assumirá a prefeitura. Esta é uma possibilidade que está assombrando ex-prefeito. Por isto, na próxima eleição da presidente da Câmara ele quer eleger sua mulher, Cessão Queiroz. Desta forma ele voltaria a comandar a cidade por via escusas. O problema é que a mulher dele só tem um voto, que é o dela mesma. Haroldo quer então comprar o voto dos vereadores Ânderson do Gás e Fernando Becker. O voto do Ânderson tem preço conhecido e é barato (veja aqui), mas o voto de Fernando Becker ainda não tem preço ajustado.

Joice QuirinoNo momento Haroldo “Tiro no Pé” Queiroz está sem dormir para saber como sua maldade não voltará contra ele mesmo. Se o TRE reverter a decisão Fernando Cabral fica e Haroldo vai para casa com o rabo entre as pernas, mas se o TRE não reverter, Joice Quirino assume a prefeitura e ganha a próxima eleição. Isto é, a menos que os vereadores abram uma CPI pela compra de votos (Veja aqui)

Bode do Mal(*) Com autorização do STJ,o Desembargador Alexandre Victor de Carvalho está sendo investigado por nepotismo, abuso e corrupção. Leias as matérias abaixo para saber mais sobre as virtudes do Desembargador que comando o TRE-ME: Gravações mostram desembargador negociando cargos Desembargador com “bundona na janela” CNJ pede informações a desembargador Tribunal abre processo para investigar magistrado

Veja também estas biografias Cessão Queiroz, a primeira dama do ladrão Acir Parreiras, o cupincha Tereza Raquel Queiroz, a filha do ladrão Haroldo Queiroz condenado pelo TCU Haroldo Queiroz o ladrão cria da casa Cláudio Boca Preta, o gigolô do INSS Mozart Fosquete Agostinho Santos – Gigolô da Prefeitura Maurício Reis – o picareta que veio de fora

Série politicagem – Joice restabelece nepotismo na Câmara

Depois de um século, a Câmara havia acabado com o nepotismo. Cargos, só por concurso. A presidenta Joice, porém, restabeleceu a prática de nomear parentes. Joice QuirinoCom muito atraso, faz uns 10 anos a Câmara fez um concurso e nomeou servidores. Ficou de livre nomeação o cargo de Procurador, que é indicado pelo presidente da vez. Mas a presidenta Joice criou um novo cargo de livre nomeação só para empregar sua cunhada, a advgoda Rita Alessandra Quirino. O cargo criado só para ela é o de Assessor Jurídico Adm, conforme consta da página da transparência. Isto é uma aberração, porque a Câmara, que é um órgão pequeno, já tem um Procurador e tem muitos servidores formados em Direito e até advogados e não precisa de nenhum “Assessor Jurídico”, porque não tem o que fazer, e se fizer alguma coisa, vai deixar os outros desocupados.


Rita AlessandraRita Alessandra, cunhada da presidenta Joice. No cargo de Assessor Jurídico Adm, criado só para ela, Rita recebe o salário de R$4.025,10 por mês, para cumprir 30 horas por semana.


Com este cargo, a presidenta Joice inovou, ao manter dois cargos paralelos para um só fim, que é o de Procurador e o de Assessor Jurídico, mas também renovou, ao trazer de volta para a Câmara o velho, conhecido e odiado nepotismo. Criou o cargo exclusivamente para dar emprego à sua cunha.

A presidenta não tem como explicar para que precisa de uma assessoria jurídica se já tem um procurador, mas foge do assunto e afirma que sua cunha é ex-cunhada e que nomear cunhada não é nepotismo. Se não fosse nepotismo, seria imoral, ainda mais para um cargo que não tem função e que foi criado só para dar ermpregado à cunhada. Mas na verdade, segundo o STF e o código civil, nomear cunhada é nepotismo. É bom lembrar que não existe ex-parente, nem mesmo por afinidade. Quem foi sogra, genro, cunhado, sempre o será, mesmo com a morte ou com o casamento desfeito. O desenho abaixo mostra que Rita Alessandra é parente de 2º grau com Marco Túlio, de quem a presidenta é viúva. Portanto, sua nomeação é proibida segundo decisão do STF (sem contar a imoralidade de criar um cargo só para a cunhada). As regras de parentesco e afinidade definidas no Código Civil estão representadas abaixo.

Parentesco no Código Civil


Veja também Joice atrasa gratificação dos servidores Joice comprou a presidência? Anderson do Gás vendeu seu voto? Os Malas de Bom Despacho A Curva do Rio Os sem noção Vote no seu mala preferido

Série improbidade – Vereador Ânderson do Gás recebe dinheiro para votar

Segundo fontes da Câmara Municipal, Ânderson do Gás recebeu um cheque de 8 mil reais para dar seu voto decisivo na eleição de Joice Quirino como presidenta.

Anderson do GásToda legislatura tem um vereador que é o bobão da casa. Nesta, o bobão é Ânderson do Gás. Pouco depois de tomar posse publicou um vídeo onde explica como funciona a terra. Seria engraçado se não fosse triste ver um político tão ignorante dizendo besteiras que podem influenciar nossas crianças. Ele não sabe ler, não sabe escrever, e ainda acredita que é um enviado de Deus, com quem afirma que conversa diretamente para pegar inspiração para o seu trabalho de político. Mas o que agora está fazendo o vereador Ânderson do Gás famoso é a notícia de que ele recebeu oito mil reais para dar seu voto decisivo na eleição da presidenta da Câmara, a vereadora Joice Quirino.

Joice QuirinoComo a Câmara tem 9 vereadores, quando ela racha, um vereador fica com poder total sobre tudo que acontece. Esta pessoa costuma ser a presidenta porque nas votações normais ela dá o voto de desempate. Mas quando o voto é para eleger a presidenta e os vereadores estão rachados no meio, qualquer palhaço pode passar a ter o voto mais poderoso. Na última eleição foi o Ânderson do Gás porque de um lado estava a vereadora Joice apoiada por Cessão, Marcelão e Becker, e do outro lado estavam Dra. Rose, Fernando Branco, Vital Guimarães e Marquinho. A decisão ficou na mão do Ânderson do Gás e ele resolveu cobrar. O preço era o dinheiro que ele queria para comprar uma vaquinhas. A Joice pagou, ele votou, ela ganhou. Joice comprou a presidência?


Veja também Os Malas de Bom Despacho A Curva do Rio Os sem noção Vote no seu mala preferido

Série improbidade – Vereadores garantem que Joice Quirino comprou a presidência

A prova da compra estaria num cheque que ela passou para o vereador Anderson do Gás

Joice QuirinoNa eleição para a presidência da Câmara os vereadores ficaram divididos com quatro de cada lado e o Ânderson do Gás no meio. Quando percebeu que estava em posição vantajosa, Ânderson começou a negociar com os dois lados e colocou seu voto à venda. Jogando com os dois lados, ele indicava que votaria no candidato que pagasse mais. Alguns vereadores estavam dispostos a negociar com ele aquele toma-lá-dá-cá típico do legislativo em que um aprova o projeto de lei do outro, e pronto. Mas Ânderson queria comprar umas vaquinhas e não perdeu a oportunidade. Primeiro, pediu umas vaquinhas de presente mas quem ouviu, não entendeu que ele queria trocar seu voto por elas. Aí ele foi para o outro lado e aceitou dinheiro mesmo.

Anderson do GásFoi pago com um cheque de oito mil reais e com ele correu para comprar suas vaquinhas. Assim ele conseguiu as vacas e a vereadora Joice conseguiu a presidência da Câmara.

Esta história já foi levada ao conhecimento do Ministério Público, mas morreu lá. Os apoiadores da Joice dizem que é mentira, que não tem cheque nenhum, mas tem um jeito fácil de saber e colocar isto em pratos limpos logo, é só a presidenta entregar cópia dos seus cheques aos colegas. Se entre eles não existir o cheque das vaquinhas, a história é falsa, mas se existir, a história é verdadeira. Mas se ela não fizer isto, sua história vai ficar manchada pois quem compra voto para se eleger presidenta da Câmara é capaz de comprar muito mais para se tornar prefeita.

Joice atrasa gratificação dos servidores


Veja também Os Malas de Bom Despacho A Curva do Rio Os sem noção Vote no seu mala preferido

Série politicagem – Joice Quirino bloqueia gratificação de servidores

Em manobra eleitoreira desajeitada, a presidenta da Câmara desagradou servidores municipais.

Joice QuirinoFaz mais de um mês o Chefe do Executivo mandou para a Câmara projeto de lei que autorizaria o prefeito a pagar duas gratificações aos servidores. Uma seria destinada a todos os servidores municipais e a outra somente a servidores que tenham se destacado de forma especial no desempenho de suas funções e no atendimento ao público.

Foi isto que o Prefeito Fernando Cabral explicou para quem quisesse ouvir quando compareceu à Câmara na reunião do dia 14 de outubro. Na ocasião ele pediu celeridade, pois pretendia pagar a gratificação junto com o salário de outubro.

No entanto, a presidenta não colocou o projeto em votação no dia 14 nem no dia 21. Os servidores ficaram sem receber a gratificação. Segundo fontes internas da Câmara, o que motivou a presidenta a não colocar o projeto em pauta foi a esperança de assumir a prefeitura caso o prefeito fosse afastado. Com isto ela poderia dar uma de boazinha e pagar a gratificação logo que assumisse. Assim ela tiraria a paternidade do prefeito e ficaria com a maternidade.

Um assessor político da presidenta sugeriu que ela não deveria coloca o projeto em votação e guardar o dinheiro para quando ela assumisse a prefeitura, assim ela poderia usar o dinheiro para asfaltar algumas ruas onde moram seus cabos eleitorais que vão ajudá-la na campanha que se aproxima.

Quando a notícia vazou, a presidenta ficou apertada e jogou a culpa nas comissões (Clique aqui para ver nota que não convence). A explicação não convenceu os servidores que se sentem prejudicados jogada da presidenta.

Joice se elegeu presidenta com voto comprado?


Veja também Os Malas de Bom Despacho A Curva do Rio Os sem noção Vote no seu mala preferido

PM reboca carro do Vereador Fernando Pediatra

Fernando PediatraUltimamente a PM está brilhando na fiscalização do trânsito. Dias atrás apreendenderam um carro do ex-prefeito Haroldo Queiroz, um contumaz desrespeitador das leis de trânsito e de todas as leis (Veja aqui). Ontem (25/10) apreenderam o carro do vereador Fernando Pediatra, um dos cupinchas do Haroldo Queiroz. (Este vereador é candidato a mala. Clique aqui para votar.)

Quando a polícia apreende carros e multa pessoas como Haroldo Queiroz e o vereador Fernando Pediatra, a população aplaude. Afinal, trata-se de um recado simples: autoridade tem que dar o exemplo e carteirada não funciona. Na noite de ontem (24/10), este vereador aprendeu esta lição que toda autoridade já deveria ter aprendido: gente assim precisa dar o bom exemplo no cumprimento das leis. Quando não dão, devem ser prontamente punidas. Foi o que aconteceu com o vereador. Ele deveria, no mínimo, pedir desculpas à população por andar fora da lei. Apreensão do carro do Fernando Pediatra


Veja também Matriarca da quadrilha Cupincha do Bode Cabritinha, filha do Bode Haroldo sem direitos políticos Ladrão criado em nossas ruas Olha o boca suja aí, gente Conheça e vote nos nossos malas O malão Agostinho Santos Maurício Reis, o ladrão que veio de fora

Apreenderam o carrinho da quadrilha do Bode

Cessão QueirozA primeira dama da Quadrilha do Bode, Cessão Queiroz gosta de andar de carro. Se for preto, melhor. Se for comprado com dinheiro roubado da prefeitura, muito melhor ainda. Por isto ela e a família usam uma frota inteira, toda comprada com dinheiro da prefeitura. (Aproveite e clique aqui para votar no seu mala preferido.)

Em 2009 Haroldo e Cessão fizeram uma tramoia na prefeitura e embolsaram um bom dinheiro. Além de fazerem uma viajem de jogatina no Paraguai, o casal também aproveitou para renovar a frota da família. Compraram os carros que receberam placas interessantes, como 4.000, 5.000, 6.000... Veja abaixo a relação de alguns destes veículos:

HONDA – HDS-4040 AIRTREK HHF-4000 FIAT STRADA HIG-4000 FIAT STILO HHF-5000 PEAUGEOT 207 HHF – 6000 HONDA CIVIC LXS/FLEX HLV-8000 CROSS FOX HDX-1331

Tereza RaquelAtualmente o carro está em nome de Tereza Raquel, filha do Bode, mas quando foi comprado, estava no nome de um namorado dela. Porém, quando foi apreendido ontem, perto da AABB, quem estava dirigindo era o próprio chefe da gangue. Mesmo todo errado, ainda queria discutir com a polícia. E depois foi avistado na delegacia de polícia tentando dar uma carteirada para tirar o carro do pátio sem pagar nada. Não deu certo. Ele voltou para casa de mãos abanando.

Documentos do carroCarro levado para o depósito

Como o chefe da gangue não pode colocar nada no nome deles, os carros foram colocados nos nomes da sogra, das filhas, dos namorados das filhas.

Depois de ter o segundo carro da gangue apreendido, Haroldo Queiroz resolver vender os outros e converter tudo em dinheiro. Assim não perde todos e ainda junta um dinheirinho para jogar no cassino dos Estados Unidos para onde viajará em breve com a primeira dama, Cessão Queiroz. (Mais notícias em breve sobre a venda dos veículos)

Documentos do carro Este está na fila também



Veja também Matriarca da quadrilha Cupincha do Bode Cabritinha, filha do Bode Haroldo sem direitos políticos Ladrão criado em nossas ruas Olha o boca suja aí, gente Conheça e vote nos nossos malas O malão Agostinho Santos Maurício Reis, o ladrão que veio de fora

Agostinho Santos — Ganhou uma casa e um lote pagos com o seu dinheiro.

Agostinho SantosAgostinho Santos é um dos maiores puxa-sacos de Haroldo Queiroz. Em pagamento ele recebeu um emprego de faz-nada no antigo CAIC, uma casa e um lote. Saiba quem pagou por tudo

Quando Haroldo Queiroz gasta no jogo de cartas, em viagens internacionais, na compra de carros, no pagamento de suas despesas domésticas, nas bebidas caras, quem paga é sempre o contribuinte. Não é diferente no caso dos pagamentos a Agostinho Santos (veja a ficha dele aqui), um dos mais aguerridos puxa-sacos de Haroldo Queiroz. Muita gente pensava que o pagamento vinha só na forma dos empregos sem preocupações que ele ocupou nos 12 anos de governo do ex-prefeito. No entanto, os documentos abaixo mostram que Agostinho Santos, além de receber bons salários em cargos de livre nomeação, e além de não ter que trabalhar, também foi presenteado com uma casa e um lote. Não admira que seja o bajulador que é.

Agostinho SantosClique aqui para ver o documento de cessão da casa

No documento você vê as assinaturas de quatro membros da quadrilha comandada por Haroldo Queiroz na prefeitura: Agostinho Santos, Geraldo Magela Bozó e Ernane Oliveira, o Chipanzé.

Ernane Oliveira Silva é o Chipanzé, aquele que pagava rachadinha para Tereza Raquel, Filha do Haroldo (Clique aqui para se lembrar do caso). O tristemente famoso Bozó, que na época do Haroldo na prefeitura, trabalhava no cemitério no horário de expediente e cobrava das famílias propina de R$ 5.000,00 para construir túmulos. Foi condenado por isto, mas voltou a delinquir e delinque até hoje na prefeitura.

Mas Agostinho Santos não ganhou apenas a casa. Ele ganhou também um lote que se apressou a registrar. Veja os documentos abaixo.

Agostinho SantosClique aqui para ver a doação do lote (página 1) Clique aqui para ver a doação do lote (página 2) Clique aqui para ver o registro do lote (página 1) Clique aqui para ver o registro do lote (página 2)

Desta forma, dando empregos para desqualificados como Chipanzé e Agostinho Santos, e doando-lhes patrimônio público, Haroldo Queiroz compra a fidelidade canina que pessoas como Agostinho Santos lhe dedicam.

No caso do Chipanzé acabou dando errado porque na divisão da rachadinha, Tereza Raquel Queiroz ficou gananciosa demais. Não estava sobrando nada para Chipanzé. Aí ele resolveu entregar o jogo e deu no que deu veja aqui. ___ Você pode ver outros membros da quadrilha nesta página Você pode conhecer e votar nos maiores malas de Bom Despacho nesta página Você pode conhecer a primeira dama da quadrilha nesta página Você pode conhecer quem financiou a tentativa de volta da quadrilha à prefeitra nesta página.


Veja também estas biografias Cessão Queiroz, a primeira dama da quadrilha Acir Parreiras, o capataz da quadrilha Tereza Raquel Queiroz, a filha do ladrão Haroldo Queiroz condenado pelo TCU Haroldo Queiroz o ladrão cria da casa Cláudio Boca Preta, o gigolô do INSS Mozart Fosquete Agostinho Santos – Gigolô da Prefeitura Maurício Reis – o picareta que veio de fora Vem aí: Bozó, o pau mandado da quadrilha Chipanzé, o bobo da corte da quadrilha Chiquinho, o testa de ferro da quadrilha

Série mau caracteres – Cessão Queiroz

Cessão QueirozMaria da Conceição Carvalho Queiroz prefere ser chamada de Cessão Queiroz. Começou sua vida pública como mulher de Haroldo Queiroz. Com isto conseguiu um cargo de secretária quando o marido foi prefeito. Aproveitou para também conseguir uma bolsa de estudos na antiga UNIPAC para si e para as filhas. Na última campanha se ofereceu como cabo eleitoral de um deputado em troca de conseguir mais uma bolsa de estudos. Esperta, esta vereadoras. A campanha não foi lá muito bem, mas ela garantiu a bolsa.

Na Secretaria de Ação social tinha uma missão que cumpriu muito bem: trocar pão e leite por apoio político. Para ela, é uma troca justa: ela manda entregar pão e leite comprado com dinheiro da prefeitura e depois pede voto para si e para o marido.

A bem executar sua missão de boa samaritana demagógica, ela até criou uma função nova: a de entregador de leite. O coitado do servidor que fazia isto acabou ficando com a fama e com o apelido. Hoje é conhecido como Toninho do Leite.

Esta troca de leite e pão por votos sempre funcionou no Brasil e sempre funcionou em Bom Despacho. Mas hoje funciona menos do que no passado. Muitos humilhados já descobriram que o voto é secreto. Isto significa que podem receber o pão e o leite e depois votar no seu candidato preferido. A prova disto foi a votação pífia que a vereadora teve na última eleição. Embora seu marido tenha sido prefeito por três vezes e ela ter sido a secretária da caridade por 12 anos, no final recebeu míseros 865 votos. Uma mixaria, considerando a força política que deveria ter, a quantidade de dinheiro que gastou, e o esforço dos cabos eleitorais que queriam um favorzinho do marido que concorria ao cargo de prefeito.

Cessão é a típica pessoa demagógica. Enquanto compra um voto com um litro de leite, gasta centenas de milhares de reais acompanhando o marido nas viagens de jogatina. Vai para Foz do Iguaçu, vai para Atlantic City, vai para Las Vejas. Onde tiver jogo, lá vão eles. Sempre usando dinheiro público.

Quem gosta de contar detalhes da vida de Cessão Queiroz é Maurício Reis. Ele adora divulgar este diálogo entre ele mesmo e o ex-prefeito Haroldo Queiroz.

Tereza RaquelCessão é também mãe de Tereza Raquel, cuja biografia pode ser vista aqui. Ela protagonizou um vídeo que ficou famoso anos atrás, quando o então secretário de esportes Chipanzé gravou o vídeo abaixo, mostrando a rachadinha que ele era obrigado a fazer.


Veja também

Haroldo Queiroz Tereza Raquel Agostinho Santos Maurício Reis Cláudio Boca Preta Veja todo o lixo da Curva do Rio Veja também a lista completa dos malas de Bom Despacho

Série mau caracteres – Acir Parreiras

Acir ParreirasAcir Parreiras é o segundo cérebro pensante da gangue de Haroldo Queiroz. Ao lado de Oranício, é ele quem dá a direção política do bando e contém os excessos do chefe. Como verdadeira babá, seu trabalho é não deixar o patrão se meter em fria. Como isto é quase impossível, seu segundo trabalho é esconder os mal feitos e os vexames. Um exemplo são as constantes bebedeiras. Haroldo frequenta botecos, bebe e faz besteiras. Agride pessoas, fala alto, desafia, ameaça. Acir Parreiras aparece, arrasta o chefe para longe e negocia o silêncio de todos. Limpa a sujeira como babá que limpa o cocô do menino.

Outro papel crucial desenvolvido por Acir Parreiras é conduzir o chefe em entrevistas. Quando Haroldo vai à Rádio Difusora, por exemplo, Acir se senta ao lado dele. Contém os excesso, diz o que ele vai responder e o que não vai responder. Não é um trabalho fácil, porque o chefe é burro demais e muitas vezes sai do roteiro imposto por Acir.

Nestas entrevistas Acir também controla as perguntas. Ele fica atento quando o ouvinte liga. Aí seleciona quais perguntas são convenientes e quais são convenientes. As convenientes ele autoriza que sejam feitas ao chefe. As inconvenientes ele elimina.

CachaçaPodemos dizer então que Acir Parreiras, além de ser a babá do chefe, é também o zelador da sua imagem. Isto significa que tem a difícil tarefa de esconder que o chefe é um cornudo beberrão e jogador de baralho inveterado.

CachaçaAo desempenhar esta missão com competência, Acir Parreiras demonstra não apenas que é excelente babá de moleque, mas também que é mau caráter e faz qualquer coisa para ocupar um cargo público (aliás, é o que faz mesmo quando não está na prefeitura de Bom Despacho)

No Facebook Acir Parreiras assume um lado mais feminino. Lá o nome dele é Sales Ana Clara. Pouco fala na sua página, exceto em época de campanha, quando divulga imagens do Haroldo. Mas usa o nome falso para dar palpites nas páginas dos outros.


Veja também

Haroldo Queiroz Tereza Raquel Agostinho Santos Maurício Reis Cláudio Boca Preta Veja todo o lixo da Curva do Rio Veja também a lista completa dos malas de Bom Despacho