Curva do Rio – onde tudo que não presta vai parar

Conheça aqui a escumulha que perambula pelas ruas de Bom Despacho

Flávio QueirozEsta é uma dupla bem sucedida. O Bode já roubou milhões da prefeitura e do povo e continua livre para viajar, jogar, roubar de novo. Breno roubou a Cooperbom e o Sindicato Rural até que não tivesse mais nada para roubar. Também continua livro, solto, e fugido em Miami. Foi lá que a dupla Corrupção e Estelionato se reuniu para comemorar a liberdade usando o dinheiro roubado Clique aqui para ver as malas das compras em Miami.

Os roubos do Haroldo todo mundo conhece. Quando era prefeito em Bom Despacho, nunca fez uma obra sem levar pelo menos 10%. Nunca fez um asfalto sem embolsar a diferença de 2 cm de diferença. Nunca autorizou um loteamento sem ganhar 20 lotes. Mas os trambiques do estelionatário Breno Marques Gontijo, seu parceiro, amigo e motorista são menos conhecidos. Pois então aqui vai um resumo.

Breno do Fio, ou Brenão, conseguiu ser diretor da Cooperbom. Lá roubou, mas não foi pouco. No final, mais de um milhão. Fazia compra no mercado da cooperativa e não pagava. Levava semente, adubo e ração para casa e não pagava. Vendia bezerros da fazenda da Cooperativa e embolsava o dinheiro. Recebia como se estivesse fornecendo leite, mas não estava. Para não perder a oportunidade, pegava uma comissão nas compras.

Mas não ficou por aí. Pegou dinheiro adiantado por fornecimento que nunca existiu. Quando a coisa apertava e ele queria mais alguns trocados para bancar sua vida de rico, encontrava uma saída fácil na troca de cheques. Ele entrava com um cheque sem fundos no caixa da cooperativa e tirava o troco em dinheiro.

Com estes golpes grandes e pequenos, ele e o Zé do Nô quase levaram a cooperativa à falência. Depois se juntaram para ser candidato a prefeito em Bom Despacho. Pode?

Pelo jeito pode, pois seu amigo Bode já foi prefeito três vezes!

Depois de sair da cooperativa, Brenão arranjou outro lugar para roubar, que foi o Sindicato Rural. Lá tinha pouco. O Sindicato já estava quebrado. Mas ele não se apertou. Conseguiu emendas parlamentares, enganou fazendeiros e comerciantes e ainda conseguiu roubar um tanto até bom. Só numa caminhonete que vendeu ele apurou uns R$ 40.000,00. Foram diretamente para o seu bolso.

Comemoração Para comemorar a roubalheira e a impunidade, a dupla Bode e Breno, também conhecida como Corrupção e Estelionato se reuniram em Miami. Uma reunião de família. Como diz a música de fundo, esta família é muito unida. Nela, quem não rouba dá cobertura para quem rouba. Os pequenos são trombadinhas.

No vídeo abaixo você pode ver o entusiasmo com que o Bode comemora com seu parceiro Breno. É só alegria. A tristeza fica por conta dos bondespachenses roubados, do asfalto ruim, das escolas que deixou abandonadas.

Bode e BrenoClique aqui para ver o vídeo da amizade Fora do alcance da Justiça Apesar dos muitos processos contra Bode & Breno, os dois se sentem foram do alcance da justiça. O Bode parece que tem proteção na justiça e no ministério público porque por muito menos do que eles fizeram muitos prefeitos já foram presos, mas ele continua solto. O ex-prefeito está aí, fazendo deboche, gastando nosso dinheiro e viajando para jogar no Paraguai e em Las Vegas. O Breno está em Miami, gozando a vida e rindo dos bondespachenses. Até quando, ninguém sabe, mas enquanto isto o ministério público faz vista grossa e a justiça dorme.

As farras da dupla Bode & Breno, também conhecida como Corrupção e Estelionato são mais um símbolo de que neste país, ser corrupto e estelionatário vale a pena. Agora, ser honesto... bem, ser honesto pode ser bem perigoso.


Veja também estas biografias Cessão Queiroz, a primeira dama do ladrão Acir Parreiras, o cupincha Tereza Raquel Queiroz, a filha do ladrão Haroldo Queiroz condenado pelo TCU Haroldo Queiroz o ladrão cria da casa Cláudio Boca Preta, o gigolô do INSS Mozart Fosquete Agostinho Santos – Gigolô da Prefeitura Maurício Reis – o picareta que veio de fora

Flávio Queiroz: segunda-feira é dia de trabalho, mas só para quem precisa

Flávio QueirozQuatro coisas o neto aprendeu com o avô: jogar a dinheiro, beber, fumar e fugir do trabalho. Fumar maconha ele talvez tenha aprendido por conta própria. Será? Este é Flávio Queiroz, neto de Haroldo Queiroz. É burro, analfabeto e preguiçoso como o avô. Num momento de descontração ele afirma que a vida é difícil para quem precisa trabalhar numa segunda-feira, mas para ele, que não precisa de trabalhar, é uma moleza. Por isto começa o dia numa piscina que o avô tem em casa e que mantém azul e limpa com água que rouba da Copasa com ajuda do seu velho amigo Afonso.

Cessão QueirozNa rua, quem ensina malandragem ao menino é o avô, mas em casa, quem ensina preguiça e dá boa vida é a avó Cessão Queiroz. Assim segue o jovem aprendendo suas lições de vida que é passar o dia de segunda-feira na piscina e passar as noites na jogatina. Veja aqui o vídeo em que o neto do Bode debocha do trabalhador bondespachense


Veja também como o ex-prefeito gasta o dinheiro do bondespachense em viagem internacional: HQ em MiamiBode gasta o nosso dinheiro em Miami.

Bode ZuiudoO ex-prefeito Haroldo Queiroz torrou dinheiro em Miami. Mas não foi dinheiro dele, foi dinheiro seu e meu. Ouça a declaração dele, leia a mensagem (que não foi ele quem escreveu) e tire suas conclusões.

Quando Haroldo Queiroz gasta com viagens, baralho, bebida ou festa, quem paga é você. Sempre foi assim e se o eleitor bobear, vai continuar sendo. Faz três semanas Haroldo levou a família inteira para fazer compras em Miami. Quando a farra foi divulgada, ele disse que viaja com o dinheiro dele e ninguém tem nada com isto. Será que o dinheiro é dele mesmo?

Para começar, clique aqui para ver o vídeo que ele gravou e divulgou. Observe que o motorista dele é o estelionatário Breno do Fio. (amanhã falamos sobre os canos que ele deu em Bom Despacho antes de fugir para Miami). No final do vídeo, observe a alegria da filha dele que faz questão de mostrar as malas das compras (tudo comprado com nosso dinheiro).

Agostinho SantosClique aqui para ler o que alguém escreveu para ele publicar (ele não sabe escrever.)

Clique aqui para ver o vídeo do Bode exibindo a família, seu motorista particular Breno do Fio, e a filha Tereza Raquel exibindo as malas.

Haroldo não é empresário, é ladrão e estelionatário

Haroldo espalha por aí que ganha dinheiro como empresário. Ele não é empresário. Ele teve empresas, mas estão todas falidas faz muitos anos. Elas devem impostos, têm dívidas com trabalhadores e com fornecedores. Estão com as portas fechadas faz uns 20 anos. Haroldo é corrupto, falsário, estelionatário. E demagogo.

Onde você for na cidade Haroldo tem dívida. Pode ser nos supermercados, nos bares, restaurantes, lojas de roupas, fornecedores de bebidas. Ninguém vende fiado nem para ele nem para sua família porque ele não paga. Então como ele ganha dinheiro? Vendendo o que roubou quando estava na prefeitura. Ele roubou dinheiro, roubou ônibus, roubou máquinas e roubou lotes. Muitos lotes. Uns 300. Está tudo nas mãos dos seus cumpinchas e de alguns empresários desonestos. Quando ele precisa de dinheiro, vende alguns lotes ou máquinas, apura o dinheiro e vai fazer compras em Miami, jogar no Paraguai ou em Las Vegas.

Veja um exemplo de roubo do Haroldo.

PlanilhaClique aqui para ver a imagem. Os destaques amarelos mostram quantos porcento ele pagou a mais para depois receber de volta da empresa. O resultado deste roubo foram muitos milhões. Ele roubou dinheiro que veio da CODEVASF e dinheiro que veio da COPASA. Por causa deste desvio ele já foi condenado pelo TCU e pelo TCE-MG. Mas pela justiça, aquela que manda para a cadeia, ele ainda não foi condenado embora estes crimes tenham acontecido já faz 10 anos.

“Viajo com meu dinheiro” — Será mesmo?

Depois de gastar o nosso dinheiro em Miami, Haroldo também gravou este áudio dizendo que o dinheiro é dele e que ninguém tem nada com isto. Clique aqui para ouvir o cara de pau dizer que viaja com dinheiro dele e ninguém tem nada a ver com isto.) ___ Você pode ver outros membros da quadrilha nesta página Você pode conhecer e votar nos maiores malas de Bom Despacho nesta página Você pode conhecer a primeira dama da quadrilha nesta p ágina Você pode conhecer quem financiou a tentativa de volta da quadrilha à prefeitra nesta página.


Veja também estas biografias Cessão Queiroz, a primeira dama do ladrão Acir Parreiras, o cupincha Tereza Raquel Queiroz, a filha do ladrão Haroldo Queiroz condenado pelo TCU Haroldo Queiroz o ladrão cria da casa Cláudio Boca Preta, o gigolô do INSS Mozart Fosquete Agostinho Santos – Gigolô da Prefeitura Maurício Reis – o picareta que veio de fora

Cheque Ânderson do Gás Consta que na eleição passada Ânderson do Gás vendeu por oito mil reais seu voto para a presidência da Câmara. A acusação é grave e compromete não apenas a presidenta Joice, mas também o vereador Ânderson e todos os demais vereadores que não estão investigando o assunto. (Fale com este blog osombra@mailfence.com)

Na Câmara todos os vereadores conhecem a história deste cheque que a vereadora Joice usou para pagar pelo voto que o vereador Ânderson do Gás lhe vendeu. Com o dinheiro o vereador correu para comprar umas cabeças de gado. Como o vendedor não quis receber o cheque, ele teve que ser sacado. Foi aí que toda a história se revelou.

Questionada, a presidenta Joice nega o crime, mas está nas mãos dela esclarecer de vez este assunto e não deixar que sua carreira política siga adiante com mancha tão grande assim. Basta apenas que ela abra voluntariamente seu sigilo bancário no período em que o fato ocorreu. Se o cheque que o vereador Ânderson do Gás usou para comprar as cabeças de gado não estiver lá, a presidenta afastará todas as suspeitas. Mas, se ela se recusar, então será como uma confissão trará para os vereadores a obrigação moral de esclarecer o assunto.

Questionado, o vereador Ânderson do Gás não negou o cheque, apenas disse que compete a quem acusa conseguir a cópia dele. A justiça, a polícia e os próprios vereadores têm os meios legais necessários para fazê-lo.

Na sua campanha a Deputado Estadual, o vereador Ânderson do Gás disse que foi ungido pela palavra do senhor e por isto se lançou na política como candidato a Deputado Estadual (Veja aqui). Será que Deus lhe deu permissão para vender seu voto por umas cabeças de gado?

Tempo de votar novamente

Chegou a hora de eleger o novo presidente ou nova presidenta da Câmara. Desta vez quanto custará o voto do vereador Ânderson do Gás?


Para contribuir com este blog, mande notícias para osombra@mailfence.com

Ana Clara Sales Ana Clara Sales é o nome de guerra do quadrilheiro Acir Parreiras, o Rasputin de Bom Despacho. Com este nome, ele age na sombra das redes sociais em defesa da Quadrilha de Haroldo Queiroz (Fale com este blog osombra@mailfence.com)

Quem frequenta o Facebook já leu os comentários de Ana Sales, que sempre defende os interesses da quadrilha do ex-prefeito Haroldo Queiroz. O que muita gente não sabe é que Ana Clara Sales é o nome de guerra de Acir Parreiras, o braço esquerdo do ex-prefeito Haroldo Queiroz, encarregado de montar as artimanhas políticas do grupo.

Atualmente Acir Parreiras sobrevive do contrabando de cigarros, mas trabalha intensamente para ver o chefão sentar outra vez na cadeira de prefeito e trazer toda a quadrilha de volta.


Clique aqui para ler mais notícias da quadrilha


Para contribuir com este blog, mande notícias para osombra@mailfence.com

Eufórica, quadrilha HQ sonha voltar à prefeitura

Agostinho Santos Depois de terem comemorado antecipadamente a volta à prefeitura, os chefões e chefetes da quadrilha comandada por Haroldo Queiroz ficaram de ressaca. Burros que são, só quando era tarde demais descobriram que se o TRE afastar o prefeito Fernando Cabral quem assume a prefeitura é a vereadora Joice. Aí o que era euforia virou desespero e o sonho virou pesadelo

Nesta quadrilha, o braço direito é a vereadora Cessão Queiroz e o braço esquerdo é o contrabandista de cigarro Acir Parreiras, também conhecido como Ana Sales. Num degrau separado está o apoio que o chefão mafioso recebe da filha Tereza Raquel. Lá no fim da escada, já no porão da ladroagem está Agostinho Santos.

Apesar de minúsculo na cadeia de comando da quadrilha, Agostinho Santos levou como prêmio uma casa e um lote da prefeitura, ambos doados pelo chefão Haroldo Queiroz. Foi mais um imóvel de mais quase 1.000 que Haroldo Queiroz distribuiu entre eleitores e amigos.

Mas o pagamento da filha é diferenciado, pois ela recebeu apartamento, carro, viagens internacionais e muitos agrados. Enquanto o chefão comandava a prefeitura ela também recebia o salário do secretário Chipanzé, numa rachadinha que ficou famosa rachadinha.Para lembrar o caso, clique aqui. Aliás, talvez não seja coicidência o nome do Queiroz daquele sujeito do Rio que também fazia rachadinha na Assembleia Legislativa.

Mas, ao lado do chefão, Cessão Queiroz é quem mais fatura. Ela já ganhou uma casa, um apartamento, muitas viagens, joias, presentes casos. E tem um apartamento em Belo Horizonte também. Fica em nome de terceiros que é para a justiça não encontrar.

A euforia virou desespero Enquanto o poderoso chefão pensou que ele ia assumir a prefeitura, ficou tranquilo. Mandou a mulher dele votar na Joice para presidente da Câmara. Mas agora que a presidente poderá assumir a prefeitura, chegou o desespero. Ele precisa eleger a mulher, Cessão, para tentar voltar à prefeitura nem que seja pelas portas do fundo. Mas está difícil. O vereador Ânderson do Gás já vendeu seu voto para a Joice. Vai ficar caro fazer mudar. A Joice vota nela mesma.

No início de dezembro os vereadores vão escolher o novo presidente, ou a nova presidenta. Enquanto isto, todos vão rindo do chefão HQ e sua quadrilha que comemorou antes da hora. ___ Você pode ver outros membros da quadrilha nesta página Você pode conhecer e votar nos maiores malas de Bom Despacho nesta página Você pode conhecer a primeira dama da quadrilha nesta página


Veja também estas biografias Cessão Queiroz, a primeira dama do ladrão Acir Parreiras, o cupincha Tereza Raquel Queiroz, a filha do ladrão Haroldo Queiroz condenado pelo TCU Haroldo Queiroz o ladrão cria da casa Cláudio Boca Preta, o gigolô do INSS Mozart Fosquete Agostinho Santos – Gigolô da Prefeitura Maurício Reis – o picareta que veio de fora

Haroldo Queiroz monta armadilha e cai nela

Bode do MalO ex-prefeito Haroldo Queiroz se vangloria de ter pago R$ 300 mil para garantir a condenação do prefeito Fernando Cabral, mas a maldade dele está se voltando contra ele mesmo.

Grande perdedor nas urnas, Haroldo decidiu se vingar no tapetão. Como ele mesmo disse ainda em 2016, em Bom Despacho ele ia perder a ação contra seu adversário vitorioso, Fernando Cabral, mas que no TRE ele garantia a parada porque lá ele tinha um padrinho forte. O nome do padrinho ninguém pronuncia, mas todo mundo sabe quem é.

Recentemente, antes da votação no TRE, ele garantiu que teria 4 votos. Estes votos teriam lhe custado R$ 300.000,00. Embora todo mundo saiba que Haroldo é um mentiroso compulsivo, todo mundo que é do ramo também sabe que o relator do processo, Desembargador Alexandre Victor de Carvalho é venal(*), e os favores que deve a um ex-governador vem de pai para filho.

Consequências eleitorais Anderson do GásO ex-prefeito Haroldo se meteu numa enrascada política. Se o TRE afastar o prefeito Fernando Cabral, sua adversária Joice Quirino assumirá a prefeitura. Esta é uma possibilidade que está assombrando ex-prefeito. Por isto, na próxima eleição da presidente da Câmara ele quer eleger sua mulher, Cessão Queiroz. Desta forma ele voltaria a comandar a cidade por via escusas. O problema é que a mulher dele só tem um voto, que é o dela mesma. Haroldo quer então comprar o voto dos vereadores Ânderson do Gás e Fernando Becker. O voto do Ânderson tem preço conhecido e é barato (veja aqui), mas o voto de Fernando Becker ainda não tem preço ajustado.

Joice QuirinoNo momento Haroldo “Tiro no Pé” Queiroz está sem dormir para saber como sua maldade não voltará contra ele mesmo. Se o TRE reverter a decisão Fernando Cabral fica e Haroldo vai para casa com o rabo entre as pernas, mas se o TRE não reverter, Joice Quirino assume a prefeitura e ganha a próxima eleição. Isto é, a menos que os vereadores abram uma CPI pela compra de votos (Veja aqui)

Bode do Mal(*) Com autorização do STJ,o Desembargador Alexandre Victor de Carvalho está sendo investigado por nepotismo, abuso e corrupção. Leias as matérias abaixo para saber mais sobre as virtudes do Desembargador que comando o TRE-ME: Gravações mostram desembargador negociando cargos Desembargador com “bundona na janela” CNJ pede informações a desembargador Tribunal abre processo para investigar magistrado

Veja também estas biografias Cessão Queiroz, a primeira dama do ladrão Acir Parreiras, o cupincha Tereza Raquel Queiroz, a filha do ladrão Haroldo Queiroz condenado pelo TCU Haroldo Queiroz o ladrão cria da casa Cláudio Boca Preta, o gigolô do INSS Mozart Fosquete Agostinho Santos – Gigolô da Prefeitura Maurício Reis – o picareta que veio de fora

Série politicagem – Joice restabelece nepotismo na Câmara

Depois de um século, a Câmara havia acabado com o nepotismo. Cargos, só por concurso. A presidenta Joice, porém, restabeleceu a prática de nomear parentes. Joice QuirinoCom muito atraso, faz uns 10 anos a Câmara fez um concurso e nomeou servidores. Ficou de livre nomeação o cargo de Procurador, que é indicado pelo presidente da vez. Mas a presidenta Joice criou um novo cargo de livre nomeação só para empregar sua cunhada, a advgoda Rita Alessandra Quirino. O cargo criado só para ela é o de Assessor Jurídico Adm, conforme consta da página da transparência. Isto é uma aberração, porque a Câmara, que é um órgão pequeno, já tem um Procurador e tem muitos servidores formados em Direito e até advogados e não precisa de nenhum “Assessor Jurídico”, porque não tem o que fazer, e se fizer alguma coisa, vai deixar os outros desocupados.


Rita AlessandraRita Alessandra, cunhada da presidenta Joice. No cargo de Assessor Jurídico Adm, criado só para ela, Rita recebe o salário de R$4.025,10 por mês, para cumprir 30 horas por semana.


Com este cargo, a presidenta Joice inovou, ao manter dois cargos paralelos para um só fim, que é o de Procurador e o de Assessor Jurídico, mas também renovou, ao trazer de volta para a Câmara o velho, conhecido e odiado nepotismo. Criou o cargo exclusivamente para dar emprego à sua cunha.

A presidenta não tem como explicar para que precisa de uma assessoria jurídica se já tem um procurador, mas foge do assunto e afirma que sua cunha é ex-cunhada e que nomear cunhada não é nepotismo. Se não fosse nepotismo, seria imoral, ainda mais para um cargo que não tem função e que foi criado só para dar ermpregado à cunhada. Mas na verdade, segundo o STF e o código civil, nomear cunhada é nepotismo. É bom lembrar que não existe ex-parente, nem mesmo por afinidade. Quem foi sogra, genro, cunhado, sempre o será, mesmo com a morte ou com o casamento desfeito. O desenho abaixo mostra que Rita Alessandra é parente de 2º grau com Marco Túlio, de quem a presidenta é viúva. Portanto, sua nomeação é proibida segundo decisão do STF (sem contar a imoralidade de criar um cargo só para a cunhada). As regras de parentesco e afinidade definidas no Código Civil estão representadas abaixo.

Parentesco no Código Civil


Veja também Joice atrasa gratificação dos servidores Joice comprou a presidência? Anderson do Gás vendeu seu voto? Os Malas de Bom Despacho A Curva do Rio Os sem noção Vote no seu mala preferido

Série improbidade – Vereador Ânderson do Gás recebe dinheiro para votar

Segundo fontes da Câmara Municipal, Ânderson do Gás recebeu um cheque de 8 mil reais para dar seu voto decisivo na eleição de Joice Quirino como presidenta.

Anderson do GásToda legislatura tem um vereador que é o bobão da casa. Nesta, o bobão é Ânderson do Gás. Pouco depois de tomar posse publicou um vídeo onde explica como funciona a terra. Seria engraçado se não fosse triste ver um político tão ignorante dizendo besteiras que podem influenciar nossas crianças. Ele não sabe ler, não sabe escrever, e ainda acredita que é um enviado de Deus, com quem afirma que conversa diretamente para pegar inspiração para o seu trabalho de político. Mas o que agora está fazendo o vereador Ânderson do Gás famoso é a notícia de que ele recebeu oito mil reais para dar seu voto decisivo na eleição da presidenta da Câmara, a vereadora Joice Quirino.

Joice QuirinoComo a Câmara tem 9 vereadores, quando ela racha, um vereador fica com poder total sobre tudo que acontece. Esta pessoa costuma ser a presidenta porque nas votações normais ela dá o voto de desempate. Mas quando o voto é para eleger a presidenta e os vereadores estão rachados no meio, qualquer palhaço pode passar a ter o voto mais poderoso. Na última eleição foi o Ânderson do Gás porque de um lado estava a vereadora Joice apoiada por Cessão, Marcelão e Becker, e do outro lado estavam Dra. Rose, Fernando Branco, Vital Guimarães e Marquinho. A decisão ficou na mão do Ânderson do Gás e ele resolveu cobrar. O preço era o dinheiro que ele queria para comprar uma vaquinhas. A Joice pagou, ele votou, ela ganhou. Joice comprou a presidência?


Veja também Os Malas de Bom Despacho A Curva do Rio Os sem noção Vote no seu mala preferido

Série improbidade – Vereadores garantem que Joice Quirino comprou a presidência

A prova da compra estaria num cheque que ela passou para o vereador Anderson do Gás

Joice QuirinoNa eleição para a presidência da Câmara os vereadores ficaram divididos com quatro de cada lado e o Ânderson do Gás no meio. Quando percebeu que estava em posição vantajosa, Ânderson começou a negociar com os dois lados e colocou seu voto à venda. Jogando com os dois lados, ele indicava que votaria no candidato que pagasse mais. Alguns vereadores estavam dispostos a negociar com ele aquele toma-lá-dá-cá típico do legislativo em que um aprova o projeto de lei do outro, e pronto. Mas Ânderson queria comprar umas vaquinhas e não perdeu a oportunidade. Primeiro, pediu umas vaquinhas de presente mas quem ouviu, não entendeu que ele queria trocar seu voto por elas. Aí ele foi para o outro lado e aceitou dinheiro mesmo.

Anderson do GásFoi pago com um cheque de oito mil reais e com ele correu para comprar suas vaquinhas. Assim ele conseguiu as vacas e a vereadora Joice conseguiu a presidência da Câmara.

Esta história já foi levada ao conhecimento do Ministério Público, mas morreu lá. Os apoiadores da Joice dizem que é mentira, que não tem cheque nenhum, mas tem um jeito fácil de saber e colocar isto em pratos limpos logo, é só a presidenta entregar cópia dos seus cheques aos colegas. Se entre eles não existir o cheque das vaquinhas, a história é falsa, mas se existir, a história é verdadeira. Mas se ela não fizer isto, sua história vai ficar manchada pois quem compra voto para se eleger presidenta da Câmara é capaz de comprar muito mais para se tornar prefeita.

Joice atrasa gratificação dos servidores


Veja também Os Malas de Bom Despacho A Curva do Rio Os sem noção Vote no seu mala preferido